quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Já não se sabe nada do poeta apaixonado.

Mais uma vez chora, chora o poeta apaixonado, talvez já se prepara para o pior, ou reconhece uma vitoria já perdida.
Creio que não fez por querer, não se deixou levar por simples brincadeira.
Faz tempo que a espera se tornou sua melhor companhia, por que então já não lhe mostraram a realidade se é que ela existe mesmo, ou é apenas uma palavra sem vaidade. Por que? a revolta se faz presente, não é contente saber que as lágrimas aqui expressas tão insolentes de quem não soube amar.
Tragam as respostas por favor, não =o deixe na dúvida. Se tu já sabes o quanto ele adoece se pensar em ti com outro, já não sei aonde ficam as verdades, somente a realidade, que não se sabe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário